A Importância da Prevenção – VACINA PALIVIZUMABE

A Importância da Prevenção – VACINA PALIVIZUMABE

Os problemas respiratórios podem acontecer em todas as faixas etárias.

Os recém nascidos são mais vulneráveis a apresentarem infecções respiratórias devido a imaturidade do seu sistema de defesa (sistema imunobiológico/imunidade).

Dentre os vírus que podem causar problemas respiratórios um dos mais importante é o Vírus Sincicial Respiratório. Este vírus pode causar infecções das vias respiratórias de forma aguda que são a bronquiolite e pneumonia.

Estas duas doenças podem comprometer as trocas gasosas nos pulmões em absorver oxigênio e eliminar gás carbônico podendo haver comprometimento da oxigenação sanguínea com quedas de saturação. Dependo da gravidade do acometimento dos pulmões a criança pode necessitar ser entubada e colocada em ventilação mecânica.

As crianças com maior risco de desenvolverem complicações pelo Vírus Sincicial Respiratório são recém-nascidos prematuros com idade gestacional menor ou igual a 28semanas, menores de dois anos portadores de doença pulmonar crônica da prematuridade, menor de dois anos com cardiopatia congênita cianótica, menor de dois anos com cardiopatia e hipertensão pulmonar grave ou em tratamento para insuficiência cardíaca.

Para estas crianças está indicado o PALIVIZUMABE nos meses de maior incidência da doença que são os meses do outono e inverno (período de sazonalidade do vírus).

Esta medicação é um anticorpo monoclonal desenvolvido por engenharia genética sendo uma prevenção eficaz contra o Vírus Sincicial Respiratório. É aplicado subcutâneo em 5 doses, uma por mês.

Outras medidas sanitárias de cuidado com estas crianças são importantes como a higiene das mãos dos cuidadores e uso de máscaras quando com sintomas respiratórios. Também o distanciamento social faz parte da prevenção.

Um evento catastrófico evitado não conhecemos porque ele não aconteceu.

A PREVENÇÃO é mais importante.

Chame no Whatsapp