Vacinação contra COVID-19 em Crianças e Adolescentes com Cardiopata Congênita.

Vacinação contra COVID-19 em Crianças e Adolescentes com Cardiopata Congênita.

Vacinação contra COVID-19 em Crianças e Adolescentes com Cardiopata Congênita.

A imunização de crianças de 5 a 11 anos está aprovada pela Anvisa no Brasil desde o dia 16 de dezembro de 2021 e é a ferramenta mais eficaz e importante para se conter a disseminação do vírus que provoca a doença da Covid-19.

Crianças e adolescentes com cardiopatia são considerados grupo de risco para desenvolver a forma grave da Covid-19, diante da possibilidade de insuficiência cardíaca, miocardite e hipoxemia.

Os estudos apresentaram resultados positivos evidenciando alto nível de eficácia da vacina contra a Covid-19.

Os efeitos adversos provocados pela vacinação são leves e não provocam maiores complicações. A taxa de casos de Miocardite ou Pericardite após a vacina é baixa, sendo de 1 caso para cada 10 mil vacinados.

Considera-se que a vacinação de crianças e adolescentes com comorbidades é segura e uma prioridade para evitar a forma grave da doença.

Fonte: Departamento Científico de Cardiologia (DCC) da Sociedade Brasileira de Pediatria e o Departamento de Cardiologia Pediátrica e Cardiopatias Congênitas (DCC/CP) da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Chame no Whatsapp