Cardiologia Pediátrica

Cardiologia Pediátrica é a parte da Medicina que se dedica ao tratamento da doença do coração da criança e do adolescente, especialmente as cardiopatias congênitas.

Criança não pode ser considerada um adulto em miniatura. Ela apresenta muitas diferenças, não somente o tamanho e idade. A criança é um SER em crescimento e desenvolvimento.  Diferente do adulto, que já tem todos os seus sistemas funcionando integralmente. Ainda temos o envolvimento familiar com a criança e seus problemas.

O envolvimento do Cardiologista Pediátrico começa no período gestacional, quando há diagnóstico de cardiopatia.

Na fase neonatal, a suspeita de cardiopatia, geralmente feita pelo Neonatologista ou Pediatra, deve ser elucidada com diagnóstico clínico e exames complementares como a radiografia de tórax, o eletrocardiograma e, com maior especificidade, ecocardiograma transtorácico.

As crianças também podem ter doenças adquiridas como a febre reumática, miocardite e doença de Kawasaki, entre outras. Nas doenças adquiridas, o papel do cardiopediatra vai além do tratamento; aqui o relevante é a possibilidade da prevenção.

Também neste grupo pode haver acometimento do coração em outras doenças como lúpus eritematoso sistêmico, obesidade e tratamento das mais variadas formas de câncer onde as medicações utilizadas podem afetar o coração.

O cuidado à criança cardiopata deve ser integral, em todas as etapas do tratamento, seja clínica, diagnóstica, intervencionista ou cirúrgica.

A participação dos familiares é extremamente importante para o bom resultado.

Chame no Whatsapp